Estudo Museus e Público Sénior em Portugal

Relatório completo do estudo "Museus e Público Sénior em Portugal" (PDF, 1,5MB)

Complete report of the study "Museums and Senior People in Portugal" (PDF, 2,8MB) 

Gravação da apresentação do estudo na Fundação Calouste Gulbenkian no dia 18 de Março de 2013, aqui e aqui.

 

Sobre o estudo

No seguimento do desafio lançado ao GAM pela Fundação Calouste Gulbenkian, aquando da realização do seminário anual em 2010 sobre a temática dos museus e do público sénior, o grupo apresentou à FCG uma proposta para a realização de um estudo de avaliação da relação do público sénior com os museus, assim como da situação actual de museus quanto à população sénior que servem.
 
Aquando da preparação daquele seminário, intitulado 3ª, 4ª, 5ª idade… - Público sénior e museus, apercebemo-nos que os dados sobre a relação deste público com os museus são inexistentes. Para além de alguns elementos relativos ao número de visitantes, não existem outros (sócio-demográficos, qualitativos, relativos a percepções, necessidades, utilização, acessibilidade – física e cognitiva). Sem conhecermos o contexto e os públicos com os quais trabalhamos, assim como os que pretendemos servir, não podemos desenvolver e planear a nossa actividade de forma sustentada, consistente e eficiente.
 
Através do estudo proposto à FCG pretendeu-se elaborar uma base de reflexão sobre as necessidades específicas dos seniores, de forma a orientar programações museológicas e, de um modo mais lato, programações culturais, tendo em vista este público específico.
 
A coordenação do estudo foi da responsabilidade dos museólogos Giles TeixeiraMargarida Lima de Faria Maria Vlachou (GAM). Colaboram ainda os membros do GAM Ana Daré Susana Alves. O estudo foi realizado em parceria com o ICOM Portugal e foi financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian. 

 

APRESENTAÇÃO PÚBLICA DO ESTUDO

No dia 18 de Março de 2013, segunda, às 15h, foi apresentado na Fundação Calouste Gulbenkian (aud.3) o estudo Museus e Público Sénior em Portugal. 

Transmissão ao vivo em http://www.livestream.com/fcglive

PROGRAMA

15h00:            Abertura
                        Isabel Mota, Fundação Calouste Gukbenkian    
                        Catarina Moura, GAM - Grupo para a Acessibilidade nos Museus
                        Luís Raposo, ICOM Portugal

15h20:            Apresentação do estudo “Museus e Público Sénior em Portugal”
                        Maria Vlachou, GAM – Coordenação geral do projecto

16h00:            Apresentação de casos de estudo
                        Moderação: Alexandre Castro Caldas, Universidade Católica
 

Bealtaine Festival – Celebração da criatividade à medida que se envelhece
Dominic Campbell, Irlanda
O festival irlandês Bealtaine é uma celebração a nível nacional da criatividade à medida que se envelhece. Trata-se de uma colaboração entre os sectores das artes, da cultura, do envelhecimento, da saúde e da comunidade.  Depois de 18 anos de actividade, o seu programa, que apresenta ao longo de um mês mais de 3000 eventos, atrai 120.000 pessoas - artistas, público e críticos. O director artístico do festival Dominic Campbell irá apresentar os objectivos, a evolução e as abordagens do festival.

Dialogue with Time – Uma exposição sobre a arte de envelhecer
Orna Cohen, Alemanha
Um olhar no mundo dos seniores através de uma exposição inovadora, que, sendo experiencial, permite aos visitantes ficarem com uma ideia sobre os desafios do dia-a-dia enfrentados pelos mais velhos (experimente pôr a chave na porta quando a sua mão treme, reservar bilhetes para o cinema através de um serviço telefónico automático quando a sua audição está reduzida ou subir e descer escadas com sapatos com pesos). Além disso, trata-se de uma exposição educativa que procura acabar com alguns dos mitos mais comuns à volta do envelhecimento. Os mediadores da exposição são seniores, com 70 anos ou mais. São peritos em todas as áreas do envelhecimento e agem como modelos a seguir. Garantem uma experiência de vida real. Com a exposição Dialogue with Time procura-se estimular o diálogo intergeracional e apresentar a idade como um activo.

Dieta Financeira – Projecto de literacia financeira para seniores
Sónia Almeida Santos, Museu do Papel Moeda da Fundação Cupertino de Miranda
As projecções existentes apontam para um crescimento do universo dos seniores, dado que em cada quatro anos aumenta a esperança de vida em um ano. Este cenário levou o Museu do Papel Moeda a tomar consciência de que ainda há muito a fazer no que toca à promoção do envelhecimento activo. A par disso, foi identificada uma grande falta de literacia financeira, que torna este público facilmente alvo de situações de risco. Desta forma, o Museu considerou urgente a necessidade de criar um programa especifico que ajude os seniores a gerir da melhor forma os rendimentos e poupanças que têm. O programa “Dieta Financeira” dá a conhecer melhor o dinheiro e, simultaneamente, tenta dar-lhes ferramentas para que de forma autónoma, responsável e consciente possam gerir a sua vida financeira.

Pela Arte, Recriar a Vida - Projecto-piloto com doentes de Alzheimer
Deolinda Cerqueira, Museu Calouste Gulbenkian

Trata-se de um projecto que decorreu no Museu Calouste Gulbenkian, uma parceria com a Associação Alzheimer Portugal. Através da magia da Arte, procurou-se produzir encantamento e, nesse estado mágico,  provocar emoções positivas, acordar memórias, trazer de novo à vida  quem dela se tinha retraído. Para  melhor compreendermos este projecto-piloto, podemos pensar em algumas palavras–chave, como ‘encontro’, ‘observação’, ‘diálogo’, ‘experimentação’. Após a primeira fase de desenvolvimento  do projecto, avaliados os resultados atingidos e os métodos e técnicas aplicados, o Museu pretende continuar, agora com  a certeza  da sua utilidade e muitas dúvidas novas.


17h20:            Debate e encerramento